Enquete

Qual sentimento está em falta em você?

Com prazer fazemos tudo melhor!

Por Tony Gandra

Estamos no início do XXI, onde tudo se acelera e se transforma em todas as áreas do viver. Tecnologias inimagináveis a pouco tempo atrás, buscam facilitar a vida humana, e a comunicação de massa acontece como por mágica, quase instantaneamente! Temos a impressão que o tempo corre numa competição enlouquecedora, onde todas as pessoas estão competindo para ganhar mais dinheiro a qualquer custo, consumindo desenfreadamente uma agulha ou uma crença, decantadas pela mídia informatizada como sendo as melhores e mais verdadeiras, num comércio antropofágico onde o ser humano vale pelo que pode pagar.

Num mundo onde tecnologicamente já começarmos a procurar exoplanetas onde num próximo futuro os humanos terrenos interessados possam se mudar e dar início a uma nova humanidade terrena em outros lugares do espaço sideral, parte dessa humanidade, infelizmente a maioria dos seres humanos, ainda se mata por tudo e por nada, sofre e faz a apoteose do sofrimento, e vive ainda na idade média de conceitos, crenças e cruzadas que condenam o prazer, o corpo, sua sensualidade e sexualidade, o conforto, o conhecimento e a chamada liberdade de expressão, entre outras condenações culturais locais!

A capacidade prazerosa das pessoas ainda não é vista como uma boa coisa, pois quando pessoas conseguem expressar-se a si mesmas e buscam coisas que lhes dão prazer, não são facilmente presas ou controláveis, nem obedecem cegamente seja lá o que for! Questionam e discutem os “porquês” de tudo o que vai contra seus livres princípios como seres humanos inteligentes e interagentes!

A humanidade não tem a cultura do prazer! A cultura que temos é a cultura do sofrimento, da obediência e crença cegas, o ensinamento mundial de que tudo deve ser conquistado a duras penas, que vive-se ainda num vale de lágrimas, que Deus castiga, que é pecado, que temos de viver dentro de esquemas castradores e patriarcais (tremendamente lucrativos), que não podemos ser diferentes, que não somos nada nesse mundo, e por aí vai dependendo do país, da crença e da educação familiar recebida por cada ser humano!

Devemos ter a consciência que a palavra PRAZER, não se restringe só a sexo como comumente se pensa! E que, quando fazemos as coisas com prazer, seja lá o que for, somos muito mais saudáveis e felizes, e conseguimos produzir muito mais em todas as áreas de nossas vidas! Confunde-se quem diz que tem prazer em matar ou fazer sofrer, isso chama-se sadomasoquismo e não tem nada a ver com prazer pois provoca exatamente o contrario dentro e fora dos indivíduos!

Quando estamos prazerosos, queremos partilhar esse prazer com os demais, e isso faz com que nosso prazer aumente consideravelmente! Por isso, o altruísmo é profundamente benéfico a quem o pratica prazerosamente pois trabalha com o coletivo, e, quem não quer vivenciar coisas que levem ao prazer pessoal e aos benéficos estados de humor que o prazer prodigaliza e que facilita o convívio com as massas?

Quando estamos vivendo prazerosamente, tudo muda pra melhor dentro e fora de nós! Nosso jogo de cintura fica mais flexível e conseguimos caminhar pela vida, prestando mais atenção ao seu lado bom e leve do que ao lado contrario! Passamos mais rapidamente pelos problemas e sempre encontramos soluções e libertações para qualquer impasse! Nesses pontos negativos, o prazer sempre traz o positivo que não enxergaríamos sem ele, e até podemos contaminar os outros e as situações com a energia de nosso prazer!

O que significa de fato o PRAZER? Acho que é algo mágico, positivo, curador, libertador, delicioso, e exatamente o contrario de tudo aquilo que hoje está sendo veiculado e decantado em todas as mídias, que prende as pessoas nos extremos limites da dor, da violência, da pobreza, da fome, da safadeza, corrompendo o frágil ser humano terreno em explorações de sua alma, alimentando todos os medos e agressões na biodiversidade planetária.

Que o sentimento e a sensação de PRAZER paire sobre todos nós, de dentro pra fora e de fora pra dentro de nossos corpos e espíritos, levando a humanidade a uma alegre celebração da vida, onde a maioria se encontre bem em todas as suas expressões físicas, emocionais e mentais! VIVA O PRAZER!

Últimas NotíciasAs Mais Lidas